Equipe de hipismo adestramento do Brasil está fora dos Jogos de Tóquio

A festa em Lima foi bonita. Foi lá nos Jogos Pan-Americanos deste ano que a equipe brasileira abriu caminho para a vaga da equipe nos Jogos de Tóquio. Estava tudo certo. A equipe de hipismo adestramento do Brasil iria para o Japão. Mas tinha um “mas” nessa história, e esse “mas” complicou o Brasil.

Banner Spur
A história é simples. Os brasileiros conquistaram a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de Lima este ano. Na ocasião, duas equipes se classificariam para Tóquio. Mas acontece que os Estados Unidos, que ficaram com a medalha de prata, já estavam classificados. Isso porque eles já tinham carimbado o passaporte para o Japão nos Jogos Equestres Mundiais de Tryon em 2018.

Fonte: Torcedores.com

 

Assim, o Brasil ficou com a vaga para a equipe. Mas a vaga não estava completamente garantida. Isso porque os brasileiros precisavam enfrentar um segundo critério de avaliação. Para ir para os Jogos de 2020, eles teriam que alcançar os índices mínimos. Esses índices só valeriam para provas disputadas no segundo semestre deste ano. Isso não aconteceu. Ou seja, o Brasil terá apenas um atleta em Tóquio, e não toda a equipe.

 

 Os resultados

De acordo com as regras da Federação Internacional Equestre (FEI), o Brasil não atingiu estes índices necessários. O país precisaria que ao menos três atletas do país alcançassem o índice de 66%. E esse índice precisaria ser alcançado ao menos duas vezes por cada um desses três atletas.

Neste segundo semestre de 2019, apenas dois atletas brasileiros alcançaram esse saldo. Mas mesmo assim, os dois só o fizeram uma vez, e não duas como exige o regulamento. Esses dois atletas que bateram a marca de 66% apenas uma vez foram João Victor Oliva e o Leandro Lima.

Na história

Caso tivessem conquistado a vaga, o Brasil teria uma equipe disputando provas de hipismo adestramento em uma edição de Jogos Olímpicos pela segunda vez consecutiva. Em 2016, nos Jogos do Rio de Janeiro, a equipe terminou na 10ª posição. O país também se classificou para os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Mas não competiu por problemas médicos.

O país tem 3 medalhas do hipismo na história dos Jogos Olímpicos. São dois bronzes e um ouro. A medalha dourada veio nos Jogos Olímpicos de 2004, em Atenas, com Rodrigo Pessoa.

Equipe de medalhas de bronze no Brasil nos Jogos Pan-Americanos de 2019 João Victor Oliva, Pedro Almeida, Leandro Silva e João Paulo dos Santos. Foto de arquivo. 2019 CBH Luis Ruas
Equipe de medalhas de bronze no Brasil nos Jogos Pan-Americanos de 2019 João Victor Oliva, Pedro Almeida, Leandro Silva e João Paulo dos Santos. Foto de arquivo. 2019 CBH Luis Ruas