Clube do Hipismo

Rodolpho Riskalla vai bem na Alemanha

O cavaleiro brasileiro Rodolpho Riskalla garantiu bons resultados no Concurso de Adestramento Internacional – CDI1* Neumünster – na Alemanha, evento que também contou com com Concurso 3* de Adestramento e Salto, com provas válidas como qualificativas para Copa do Mundo.

Na quinta-feira (13), Rodolpho, resentando Don Henrico, conquistou o 5º posto na reprise St George com 69,118% de aproveitamento. A vitória foi da amazona olímpica alemã Helen Langehanenberg com Vayron, 73,480%, superando os demais 14 conjuntos.

Tecnologia, segurança, prevenção a fraudes, sistemas, inovação, IoT, monitoração
Já na sexta-feira (14), Rodolpho e Don Henrico, um hannoverano de 16 anos, fecharam a disputa com expressivo índice de 72,708% no Freestyle Intermediária I, resultado que lhe garantiu a 4ª colocação. A vitória mais uma vez foi para Alemanha com Helen e Vayron, 75,500%.

Radicado em Paris, o brasileiro compete com sucesso em provas de adestramento clássico e paraequestre. Atualmente, Rodolplho conta com dois cavalos para as duas modalidades: Don Henrico, de propriedade do stut Schafhof da ex-amazona olímpica alemã Ann Katrin Linsenhof, e Don Frederico, adquirido do stut Schafhof pela brasileira Tania Loeb.

Aos 36 anos, Rodolpho está qualificado para defender o Brasil nos Jogos Paralímpicos Toquio 2020. Em meados de 2015, o cavaleiro perdeu a parte inferior das pernas, dedos de uma mão e parte da outra em decorrência de uma meningite bacteriana. Menos de um ano depois, fez sua estreia na Rio 2016 conquistando o 10º posto no grau III.

Atualmente, com nova divisão das categorias (I a V – maior ao menor grau de comprometimento físico), Rodolpho disputa o grau IV no Adestramento Paraquestre e vem em 20º lugar no ranking mundial da FEI (graus I a V) entre um total de 252 atletas. Nos Jogos Equestres Mundiais 2018, Rodolpho conquistou duas medalhas de prata.

“O Don Henrico foi super bem aqui no Internacional de Adestramento em Neumünster. Na última qualificativa paralímpica na Holanda não fui com o Don Henrico, levei Don Frederic. Essa semana o Don Henrico estava super em forma, concorrendo com outros conjuntos muito bons, uma vez que o evento tem qualificativas para Copa do Mundo. Daqui a uma semana eu vou para o Internacional Paraequestre com o Don Frederic em Doha e Don Henrico fica um pouco de férias e quando eu voltar, no dia 3/3, o Don Henrico vai para uma prova paraequestre na Dinamarca”, explicou Rodolpho.

Rodolpho e Don Henrico no Indoor CDI1 em Neumünster. (Foto Divulgação, CBH)
Rodolpho e Don Henrico no Indoor CDI1 em Neumünster. (Foto Divulgação, CBH)