Amazonas de 9 Estados totalizando 295 disputaram o Brasileiro na SHP com vitória de Stephanie Behar

A campeã brasileira Amazonas Top (1.30) Stephanie Behar Braga com GR Armani

Cavalos experientes, com idade em torno de 18 anos, brilharam em pista garantindo títulos a duas campeãs e a uma vice no Brasileiro de Amazonas, único torneio hípico 100% feminino. Valentina Gonçalves venceu a 1m, Isabella Molinari, 1.10m e Patrícia Vianna, 1.20m.

O Campeonato Brasileiro de Amazonas na Sociedade Hípica Paulista, único torneio de hipismo 100% feminino ao ano, agitou a Sociedade Hípica Paulista, em final de semana de feriadão, 7 e 11/10. Quase três centenas de conjuntos de nove estados totalizando 295 concorrentes disputaram os títulos brasileiros nas categorias Amazonas B, 1m, Amazonas A, 1.10m, Amazonas, 1.20m, e Amazonas Top, 1.30m. Após as finais por equipes que rolaram na sexta-feira, 9, e sábado, 10, com sete diferentes Estados no pódio, no domingo, 11, foi dia das decisões individuais todas com emocionantes desempates entre conjuntos zerados, apontando para alto nível técnico da competição. Destaque também para ótima atuação de cavalos com idade em torno de 18 anos, considerando que, em média, costumam estar no auge entre 12 e 14 anos.

Fechando as finais individuais na categoria Amazonas Top, após a 3ª e última prova, três conjuntos estavam zerados: a amazona da casa Stephanie Behar Braga com GR Armani e a mineira Mariana Frauches Chaves com duas montarias: Carthagena e Dunoville. Sagrou-se campeã Stephanie Behar Braga com GR Armani, dupla que também foi campeã brasileira Amador Top 2017 na mesma pista, que cruzaram a linha de chegada na ótima marca de 41s36. “Foi uma emoção muito grande, esse título é especial e todo do Armani, o cavalo da minha vida. Em dezembro ele completa 18 anos”, destacou Stephanie, 30. “

Conforme a regra, um mesmo atleta não pode chegar entre os três primeiros. Mariana garantiu o vice com Carthagena, sem faltas, em 44s37 e foi 4ª com Dunoville, mais rápida no desempate, 40s53, mas com um derrube. A 3ª colocação ficou com a paranaense Jessica Carvalho de Sá montando Abril Grancento que fechou o campeonato com apenas 1 ponto perdido. Em 5º lugar no Campeonato ficaram empatadas com 4 pontos Jordana Laffranchi com Casalana JMen, Giulia Scampini com Keep on Fighting, ambas amazonas da casa, Janice Ambrosio Merzvinskas com JAM Shiva Z e Thais Balbino de Souza com Pic Pic Une Aimee.

Na série Amazonas, 1.20m, disputada na pista de areia, cinco conjuntos zerados após a 3ª prova voltaram ao desempate para decisão do título. Última em pista, a amazona carioca Patricia Watt Vianna com Catherine C JMen, 10, faturou o título, sem faltas, 44s17. E esse foi nada menos que o segundo título da amazona de 37 anos que há um mês também foi campeã brasileira Amador em Curitiba. “Estou muito feliz, para mim foi muito especial. Esse ano já consegui o título brasileiro de amador também a Catherine, uma égua muito especial, um fenômeno”, comentou a campeã Patrícia, 37.

Também com atuação perfeita, pista limpa, dm 44s17, a dupla da casa Ana Carolina de Almeida Borja montando Caprice van de Hermitage, de 18 anos, faturou o vice, 44ss17. Bruna Tarallo Libertini Cervelati com Garfield Cooper zerou em 46s62 e Francis Berl com Land X do Feroletto chegou em 4º, 42s92, duas faltas. Todas por São Paulo. Completaram o placar na 5ª e 6ª colocação a amazonense que defende São Paulo Lara Ozores de Souza com Risketou Tok, que teve um contratempo e acabou eliminada no desempate, e a paranaense Maria Eduarda Pacheco com Vanyt SH, que fechou a competição com apenas um 1 pp.

A final Amazonas A, na pista de grama, também só foi decida após desempate entre três conjuntos. Última em pista a amazonas do interor paulista Isabella Rodrigues Molinari, 21, com o experiente Ravell Vila Fal, de 17 anos, faturou seu 1º título brasileiro sem faltas, em 35s97. “Foi muito emocionante. Contei muito com a ajuda desse meu campeão o Ravell. Estou muito feliz. Foi o meu título brasileiro”, destacou a campeã que monta em Itu no interior paulista. Já 3ª colocação foi da mineira Marina Villaça de Almeida com Agatha Aragom, 37s86, uma falta. Com apenas 1 pp no campeonato, a carioca Malva Abreu Rolla com Bertha RJ garantiu a 4ª colocação, seguida pela paranaense Kamila Miksza Ribas Prestes com Uca das Cataratas e carioca Marianna de Barcellos montando Desiree RJ, totalizando 2 e 4 pp, respectivamente.

Na final Amazonas B, disputada na areia, nada menos que 18 conjuntos foram ao desempate que na altura de 1/1.05m é disputado valendo a melhor aproximação ao tempo ideal que foi de 57 segundos e é mantido oculto até o final. Sete voltaram a zerar. Sagrou-se campeã a jovem amazona de Minas Gerais Valentina Alves de Brito Gonçalves, 13, com Risling do Rio Acima, de 11 anos, 56s93. “Esse foi o meu primeiro título brasileiro, estou muito feliz. A minha estratégia no desempate foi manter um ritmo constante, não muito devagar e prestar bastante atenção na medição do percurso pelo pistinha. Agora quero terminar o ranking de Minas Gerais e ano que vem planejo saltar os Campeonatos Brasileiros de Amazonas e da minha categoria”, destacou a campeã Valentina, que monta no Cepel em Belo Horizonte.

O vice-campeonato ficou com a paulista Bianca Andrade com SL Hannah e 3ª colocação foi da catarinense Renata Ferreira Lima montando Afrodite Método em 56s81 e 56s74. Da 4ª à 6ª colocação aparecem a catarinense Isabela Zattar Tonello com Vanilla Sky Top, a carioca Fernanda de Oliveira Diehl montando Larinera JMen II e a Victoria Vendramin apresentando Ivana Itapuã, todos sem faltas, em 56s74, 58s39 e 55s60.

 
Final Amazonas B – 1.05m


Campeã Valentina Alves de Brito Gonçalves / Risling do Rio Acima – FHMG – 0 pp – 0/56s93
Vice Bianca Andrade / SL Hannah – FPH – 0 pp – 0/56s86
3° Renata Ferreira Lima / Afrodite Método – FPH – 0 pp – 0/56s81
4º Isabel Zattar Tonello / Vanilla Sky Top – FCH – 0 pp – 0/56s74
5º Fernanda de Oliveira Diehl / Larinera JMen II – FEERJ – 0 pp – 0/58s39
6º Victoria Vendramin / Ivana Itapuã – FPrH – 0 pp – 55s60

Final Amazonas A – 1.15m

 

Campeã Isabella Rodrigues Molinari / Ravell Vila Fal – FPH – 0 pp – 0/35s97
Vice Mayara Toledo Messias / L Esprit – FPH – 0 pp – 0/38s68
3º Marina Villaça de Almeida / Agathha Aragom – FHMG – 0 pp – 4/37s86
4º Malva Abreu Rolla / Bertha RJ – FEERJ – 1 pp
5º Kamila Miksza Ribas Prestes / Uca das Cataratas – FPrH – 2 pp
6º Marianna de Barcellos / Desiree RJ – FEERJ – 4 pp

Final Amazonas – 1.25m

Campeã Patricia Watt Vianna / Catherine C JMen – FEERJ – 0 pp – 0/40s84
Vice Ana Carolina Borja de Almeida / Caprice van de Hermitage – FPH – 0 pp – 0/44s17
3º Bruna Tarallo Libertini Cervelati / Garfield Cooper – FPH – 0 pp – 46s62
4º Francis Berl / Land X do Feroletto – FPH – 0 pp – 8/42s92
5º Lara Ozores de Souza / Risketou Tok – FPH – 0 pp – Elm
6º Maria Eduarda Pacheco / Vanyt SH – FPrH – 1 pp


Final Amazonas Top – 1.35m

Campeã Stephanie Behar Braga / GR Armani – FPH – 0pp – 0/41s36
Vice Mariana Frauches Chaves / Carthagena – FHMG – 0 pp – 0/44s37
3º Jessica Carvalho de Sá / Abril Grancento – FPrH – 1 pp
4º Mariana Frauches Chaves / Dunoville V – FHMG – 0 pp – 4/40s53
5º Jordana Laffranchi / Casalana JMen – FPH – 4 pp
6º Giulia dal Canton Scampini / Keep on Fighting – FPH – 4 pp