Mariana Frauches Chaves com La Divine W Z é a 1ª campeã brasileira Under 25

Mariana Frauches com La Divine W Z campeã brasileira Under 25 (Duílio Andrade)

Fechando a rodada dos Campeonatos Brasileiros da nata jovem, a categoria Under 25 (16 a 25 anos) definiu seus vencedores. Três primeiros colocados de todas as categorias de base de alto rendimento e líderes do ranking terão direito a uma clínica com Marlon Zanotelli e Philippe Guerdat

Em 2020 foi instituída a categoria Under 25, volta da jovens talentos entre 16 e 25 anos, disputa a 1.45m, que teve seu primeiro Campeonato Brasileiro entre 4 e 8/11, no Clube Hípico de Santo Amaro (SP). A categoria Under 25 veio a substituir a Young Riders, 16 a 21 anos, ampliando o leque de idade a exemplo do que já acontece na Europa e EUA, nessa que é a categoria de mais alto rendimento voltada à nata jovem do hipismo.

Estiveram na disputa 16 conjuntos e a vitoria foi da mineira Mariana Frauches Chaves montando La Divine W Z que com um 5º, um 1º e um 2º lugar somando apenas 8,25 pontos perdidos (pp) ao longo da competição. Em 2019, Mariana, hoje com 20 anos, foi vice-campeã brasileira young riders no Rio de Janeiro, com a mesma montaria La Divine W Z, uma égua Zangersheid de 12 anos.

“Estou super feliz esse é o meu segundo ano como Young Rider, ano passado batemos na trave com o vice-campeonato, já fomos campeões brasileiros jovem cavaleiro top em 2018”, contou Mariana, que não chegou a disputar a categoria Junior. “Eu sai da série série jovem cavaleiro top em 2018 e subi para Young Rider e agora Under 25”, que monta La Divine W Z há quatro anos.

“Com a minha falta na primeira passagem da prova final, a nossa estratégia foi ficar tranquila e fazer zero na 2ª passagem dentro do tempo”, comentou Mariana, ao lado de seu treinador Felipe Morgan. “Estou muito orgulhoso. A gente trabalha e deu tudo certo graças a Deus”, destacou Felipe que está a frente do Centro de Treinamento Top Team em Minas Gerais.

O vice-campeonato também foi para Minas Gerais com André Fonseca Moura que em 2019 foi 5º no Brasileiro Young Riders. Montando Henessy M, André foi 3º, 4º e vencedor da prova final com apenas quatro pontos perdidos na 1ª passagem totalizando 9,2 pp.

Em 3º lugar chegou Luis Octavio Buller Cintra Franco com MDF QH Dado, 12,2 pp, por São Paulo. Campeã brasileira junior 2019, a campeã Carolina de Souza Chade, a Cacá, montando Flying High da Umburanas foi 4ª colocada, totalizando 13,63 pp.

A amazona do interior paulista Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça, que coleciona inúmera títulos nas categorias de base e foi campeã sul-americana Young Riders 2019, levou sua nova montaria Montana 681 ao 5º posto,18,46 pp.Thales Gabriel de Lima Marino, campeão brasileiro young riders 2019, montando LWC Ashley completou o pódio na 6ª colocação, 18,68 pp.


Clínica de alta performance com Marlon Zanotelli e Philippe Guerdat

O campeão, vice-campeão e o 3º lugar do Campeonato Brasileiro da Juventude, bem como o líder do ranking brasileiro nas respectivas seis séries Mini-mirim, Pré-mirim, Mirim, Pré-junior, Junior e Under 25 terão direito a uma clínica de alta performance com o campeão pan-americano Marlon Zanotelli e o técnico do Time Brasil de Salto Philippe Guerdat. A CBH será responsável pela locação do espaço e infraestrutura para atendimento à Clínica, custeio de passagem e hospedagem dos atletas em quartos duplos, hospedagem dos treinadores em quartos duplos e estabulagem dos animais no local de realização da Clínica. A data e o local ainda serão definidos.

Campeã Mariana Frauches Chaves / La Divine W Z – FHMG – 8,25 pp
Vice André Fonseca Moura / Henessy M – FHMG – 9,2 pp
3º Luis Octavio Buller Cintra Franco / MDF QH Dado – FPH – 12,2 pp
4º Carolina Souza Chade / Flying High da Umburanas – FPH – 13,63 pp
5º Victoria Junqueira Ribeiro de Mendonça / Montana 681 – FPH – 18,46 pp
6º Thales Gabriel de Lima Marino / LWC Ashley – FPH – 18,68 pp