Rodrigo Pessoa não reconhece presidente da CBH e vê ‘esculacho’ no hipismo

Rodrigo Pessoa em ação no Concurso de Wellington (Instagram/rachelepenner)

Principal ídolo do hipismo brasileiro, Rodrigo Pessoa está inconformado com os últimos acontecimentos na modalidade. Na semana passada, duas assembleias paralelas, uma dentro de um salão e outra no corredor ao lado, elegeram dois presidentes diferentes para comandar a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH). O presidente Ronaldo Bittencourt deu posse ao seu aliado, Kiko Mari, que não é reconhecido pelas principais federações estaduais e por diversos cavaleiros, como o próprio campeão olímpico.

COPA Virtual de Salto 2021 Clube do Hipismo

“Eu não considero ele presidente. Acho que está completamente aberto até a lei decidir quem cumpriu ou quem não cumpriu as regras para ser eleito ou não ser eleito. A gente tem que esperar o juiz decidir o que está certo, o que está errado. É prematuro reconhecer um vencedor, ninguém foi eleito. Seria bom resolver essa fanfarra rapidamente para a gente saber com quem vai trabalhar”, diz Rodrigo.

Rodrigo Pessoa não reconhece presidente da CBH e vê ‘esculacho’ no hipismo

fonte: UOL Olhar Olímpico, clique no título acima e veja a matéria completa