Justiça determina que Confederação de Hipismo faça nova eleição

Bárbara Laffranchi e Kiko Mari

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro determinou que a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) realize nova eleição, anulando as duas realizadas paralelamente em janeiro. A entidade tem sido gerida por Kiko Mari, que foi eleito pelo grupo de situação, que tinha menos votos entre o total do colégio eleitoral, do que a oposição.

Justiça determina que Confederação de Hipismo faça nova eleição

fonte: UOL

Durante a assembleia realizada em um hotel do Rio de Janeiro, a comissão eleitoral acatou um pedido da situação e impediu a federação do Rio de Janeiro de votar, porque sua presidente, que mora há mais de 40 anos no Brasil, não nasceu aqui, mas em Portugal — o estatuto da CBH diz que só podem ocupar os poderes da confederação brasileiros natos e foi usada interpretação de que a assembleia geral é um poder.

Clique aqui e veja o artigo completo no site da UOL