Ballet a cavalo em homenagem a Rodolpho Riskalla, prata em Tóquio, movimenta o Indoor SHP

Após a prata em Tóquio, Rodolpho competiu no Adestramento clássico em Aachen (Diana Wahl)

Palco do maior evento hípico em recinto fechado da América Latina que termina no domingo 3, a centenária Sociedade Hípica Paulista faz do seu Concurso Internacional e Nacional de Salto 31º Indoor uma vitrine para apresentações equestres especiais como a do Adestramento, que este ano ganhou uma motivação especial: será em homenagem ao medalhista paralímpico Rodolpho Riskalla.

INDOOR transmissão ao vivo clique aqui…

O homenageado

COPA Virtual de Salto 2021 Clube do Hipismo

Rodolpho Riskalla, 36 anos, radicado na Europa e convidado especial do 31º Indoor da SHP, começou competindo no Adestramento convencional muito jovem, conquistando vários títulos, entre eles o de bicampeão Sul-americano Young Riders, tricampeão Brasileiro e único atleta do país em uma FEI World Breeding Dressage Championships for Young Horses, em 2013.

Em 2015, Rodolpho Riskalla contraiu meningite bacteriana e como consequência da doença sofreu a amputação tibial das duas pernas, mão direita e dedos da mão esquerda. Depois de intenso tratamento, fisioterapia e adequação a próteses, ignorando as adversidades voltou a montar no início de 2016 no Clube Polo de Paris com apoio da mãe e treinadora Rosangele e da irmã Victória, amazona de Adestramento.

A estreia na Paralimpíada foi nos Jogos do Rio 2016, quando se classificou em 10º lugar. Retornou às pistas olímpicas em Tóquio faturando a inédita medalha de prata. Riskalla também é o o atual vice campeão mundial, titulo obtido nos Jogos Equestres Mundiais de Tryon 2018, nos Estados Unidos, quando faturou duas pratas (provas técnica e estilo livre).

As conquistas também levaram o cavaleiro brasileiro a vencer em 2016 o cobiçado e concorrido FEI Awards, categoria Against All Odds (contra todas as adversidades) promovido pela Federação Equestre Internacional. No Brasil, foi eleito o melhor atleta paralímpico do Hipismo em 2018 e 2019 em premiação promovida pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Os feitos nas pistas do Paraequestre levaram a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) a homenageá-lo estampando sua foto no selo temático do passaporte da entidade em 2021.

Logo após a Paralímpiada, Rodolpho também voltou a competir com força total no Adestramento clássico no CHIO Aachen  com vistas a disputar uma vaga no Time Brasil no Campeonato Mundial de 2022 na modalidade em Herning, Dinamarca.  “No próximo ciclo olímpico e paraolímpico, a minha ideia é buscar uma vaga nas duas equipes”, conta Rodolpho, que  está montando na Alemanha, onde conta com três cavalos à sua disposição.  

Quem participa da Apresentação

Principal pólo na formação de atletas do Adestramento no Brasil, a Sociedade Hípica Paulista convidou um time especial de atletas para participar da homenagem a Rodolpho Riskalla: os irmãos olímpicos Luiza, Pedro e Manuel Tavares de Almeida, a medalhista pan-americana Sarah Waddell, Vinicius Miranda, dono de vários pódios, e a jovem talento  Gabrielle Fischer.

Os irmãos Tavares de Almeida representam o mais premiado time de Adestramento do Brasil e se apresentam montando cavalos Puro Sangue Lusitanos de criação da família. O time contabiliza participação em três Olimpíadas (Pequim 2008, Londres 2012 e presença dos três na Rio 2016, além da convocação de Pedro para os Jogos de Tóquio), em três Pan-americanos (Rio 2007, Guadalajara 2011 e Lima 2019), e três Jogos Equestres Mundiais (Kentucky 2010, Normandia 2014 – quando os três irmãos competiram) e Tryon 2018, nos Estados Unidos. Entre suas conquistas internacionais o Rocas do Vouga Team soma duas medalhas de bronze por equipe em Pan-americano (Rio 2007 e Lima 2019), e a amazona Luiza Almeida a medalha de ouro individual e prata por equipe nos Jogos Mundiais Militares de 2011, no Rio de Janeiro.

Programação

O 31º Indoor da SHP que começou na terça-feira 28/9 e segue até domingo 3/10  promove 24 provas, de 1.10m a 1.60m. Pela série Internacional são duas provas mais importantes: a qualificativa do GP, na sexta-feira, 1/10, às 17h00, e no domingo, 3/10, o GP Inlaron AllMilk Troféu Jayme Loureiro Filho, a 1.60m, disputado em duas voltas: a 1ª às 13h30 e a 2ª, com início às 18h30. José Reynoso Fernandez Filho, tetra no GP, está entre os fortes candidatos ao título. 

As disputas internacionais são válidas pela seletiva do ranking brasileiro senior top que irá garantir transporte de três cavalos e seus cavaleiros para o Winter Equestrian Festival 2022 nos EUA e ainda pela liga sul-americana na corrida para a final da Copa do Mundo 2022, em Leipzig, Alemanha. Ao todo o evento distribui mais R$ 400 mil em premiação, com R$ 120 mil em jogo no GP.

No programa nacional, mirins, jovens cavaleiros, amadores e cavaleiros profissionais têm 22 provas à disposição, onde se destacam a Copa Ouro na sexta-feira 1º/10 às 19h00 a 1.35m, e o Clássico, no sábado 2, às 18h30, a 1.40/1.45m. O sábado termina com a “Prova Show / 4 barras” com premiação mínima de R$ 50 mil.

Assinam o patrocínio do 31º Indoor da SHP: Stuttgart Porsche, Bonsucex, Bulova, Hermès, Coelho da Fonseca, Alper Consultoria e Corretora de Seguros, TM Insurance, Cem por cento Eventos, Fatto Movelaria, Dunelli, Inlaron, AllMilk, Café 3 Corações, Organne Vasos Decor, MPT Cable, VINGT Creative Flower & Co e Estanplaza. Chancela Confederação Brasileira de Hipismo. 

SI-W2* e CSN4* Indoor SHP
28/9 a 3/10
Sociedade Hípica Paulista
Rua Quintana, 206 – Brooklin Novo (SP)
Venda de ingressos na portaria

Ordens de Entrada, Resultados e Transmissão ao Vivo 

Colaborção: Rute Araujo