Solidariedade a galope: terceiro leilão Santa Causa ajudará maior hospital da Fronteira Oeste gaúcha

Arte oficial do Leilão Santa Causa

No próximo dia 25 de janeiro, terça-feira, a partir das 20h30min, as batidas do martelo no recinto de leilões do Parque Agrícola e Pastoril de Uruguaiana (RS) serão carregadas de solidariedade. É a terceira edição do remate Santa Causa, promovida pela Estância Itapitocai em parceria com o Instituto Maragata, com o intuito de seguir ajudando o maior hospital da Fronteira Oeste gaúcha.

A exemplo dos dois primeiros leilões, em 2017 e 2020, todo o valor arrecadado com as vendas será revertido aos setores de Pediatria e Maternidade da Santa Casa de Uruguaiana, que atende 13 municípios da região. “Daremos continuidade ao trabalho feito anteriormente, atendendo às principais necessidades do hospital. Já conseguimos ajudar na reforma da UTI Neonatal e na compra de equipamentos, agora nosso foco é a restauração e adequação do banco de leite materno infantil”, salienta João Gaspar Martins Bastos, presidente do Instituto Maragata, que é responsável pela gestão dos recursos.

 

Uma oferta variada, incluindo doações de diferentes cabanhas e pessoas que se sensibilizaram à causa, deve arrancar os lances solidários do público, que poderá acompanhar o leilão ao vivo pelas plataformas digitais do Lance Rural. Entre os lotes, estão equinos Crioulos mansos, com destaque para um finalista da Paleteada 2021, coberturas de reprodutores consagrados da raça, além de pôneis, uma mula, sêmen e embriões bovinos, novilhas, obras de arte, facas, arreios e também produtos locais, que serão comercializados em cestas batizadas de “Uruguaiana Produz”. Ainda serão ofertados um trator do ano de 1979 e uma Veraneio 1975, para apreciadores e colecionadores de carros antigos.

 

A cargo da Tellechea & Bastos Leilões, com o leiloeiro Pedro Bastos no comando, não será cobrada do comprador a usual comissão de 8% sobre o valor arrematado. A empresa Acerto Fácil, que ficará responsável pela cobrança, também criou um QR Code para doação de valores espontâneos, aos que quiserem ajudar sem adquirir lotes do remate.

 

Colaboração: Estela Facchin

Advertisements